O HOLISMO - A Visão da Nova Era por Naveena Karênia

O holismo é uma linguagem universal. Tudo está conectado e em que pese nossa curta percepção, todos os eventos neste universo estão interligados. Somos todos parte de um grande sistema, o qual não nos é possível compreender em totalidade, mas cada vez que nos empenhamos a praticar uma visão holística a respeito das coisas, ampliamos nossa consciência sobre as mesmas. Aquilo que, olhado separadamente, parece uma parte “disfuncional” pode ser um elemento fundamental quando observado do ponto de vista da cadeia de produção.

Holismo vem de “holos”, que no grego e significa “todo”. É o inteiro, o conjunto, a integração. Somos parte de um todo e compreender isso nos retira da visão reducionisna e cartesiana que empobrece nosso espírito.

Vivemos num momento grandioso de nossa história, um período transitório, de profundas e significativas mudanças para a humanidade. Temos visto muito caos, muitas manifestações das sombras em nossa vida cotidiana. A política desgovernada, a violência em níveis assustadores, dentre tantas outras coisas. Digo que não é possível uma mudança sem que a sujeira e a bagunça sejam vistas. Quando estamos nós, nos mudando de uma casa para outra, há momentos difíceis. Quanta coisa fora de ordem, quanta sujeira acumulada por detrás das coisas... analogamente, assim é no campo energético.

A Era de Aquário, da comunicação, traz consigo a premissa da “era do homem espiritual”. Para que aportemos essa condição evolutiva, faz-se urgente e necessário que todo o lixo venha à tona, para que de fato, diante de nossas sombras, possamos fazer novas escolhas, mais assertivas, e então redirecionar o rumo da humanidade. A visão holística, por ser integrada, é aquela que nos ajudará aportar a Nova Era. Pois, a união é a semântica que possibilita ressignificar nossa existência e construir os novos tempos.

Enquanto arquiteta, tenho devotado minha vida a encontrar um caminho que pudesse unir esta ciência à espiritualidade. A arquitetura de Gaudí deu sua sensível contribuição à minha jornada. Mas foi na meditação, nas artes e no aprofundamento do self que descobri o elo que faltava. Hoje, não compreendo mais a concepção de um espaço sem uma leitura consciente do mesmo e de seus usuários. Não faz mais sentido continuar projetando para atender apenas a estética e a funcionalidade, quando a maior necessidade do homem do século XXI é o retorno a si mesmo. É reconhecer-se em sua grandiosidade interior e encontrar dentro de si tudo aquilo que tem buscado, incansavelmente, fora.

É momento de expandir a visão da Arquitetura e do Design de Interiores para suas funções multidimensionais. Já sabemos que os espaços afetam a psique humana, podendo ativar comportamentos positivos ou negativos. Já temos estudos suficientes para projetar espaços que ativam fluxos de energia benéficas, nutritivas, quando não auxiliares da cura e recuperação de patologias. Então porque continuar fazendo o convencional? Essa é uma pergunta para refletir, caro leitor.

Nós da Artenova temos devotado nossos esforços para divulgar, cada vez mais, informações relevantes e contribuidoras para o mundo do Design. Aqui em nosso site você poderá acessar algumas delas. E se após um bom passeio por aqui, seu coração continuar vibrando em nossa direção, nos procure. Quem sabe você será mais um novo curador de espaços?

Com amor e consciência,

NAVEENA KARÊNIA

CEO ARTENOVA MULTIVERSIDADE

Terapias da Casa

Casa Saudável, Gente Feliz.

A Arquitetura Holística

O Futuro em Nossas Mãos

Terra

A Decoração e os Elementos

Fogo

A Decoração e os Elementos

Espaços Sagrados

Sua Casa, Seu Santuário

Harmonização Residencial

Bate-papo com Naveena

Água

A Decoração e os Elementos

Ar

A Decoração e os Elementos